top of page

Tipos de Análise de Dados: Descritiva, Diagnóstica, Preditiva e Prescritiva

Entenda como funciona os tipos de análise de dados.


Ilustração dos tipo de análises de dados
Tipo de análises de dados

A análise de dados desempenha um papel fundamental na compreensão das informações. Ela não só nos permite entender o que aconteceu, mas também prevê o que pode acontecer e como agir sobre esses insights. Vamos explorar quatro tipos principais de análise de dados: Descritiva, Diagnóstica, Preditiva e Prescritiva.


Análise Descritiva

A análise descritiva eu diria que é o ponto de partida. Ela se concentra em descrever e resumir dados para criar um entendimento básico do que está sendo observado. Por meio de gráficos, tabelas e medidas estatísticas, como médias, desvios padrão e frequências, a análise descritiva proporciona uma visão geral dos dados.


Ela responde perguntas como:

  • Quem foi o responsável?

  • Quando aconteceu?

  • Onde aconteceu?

  • Porque aconteceu?

Análise Descritiva
Ilustração de uma Análise Descritiva

Análise Diagnóstica

A análise diagnóstica vai além da descrição e busca entender por que algo aconteceu. Ela examina as relações de causa e efeito nos dados para identificar padrões e correlações. Por exemplo, ao explorar dados de vendas, a análise diagnóstica pode revelar por que certos produtos têm melhor desempenho em determinadas regiões.


Ela responde perguntas como:

  • Por que isso aconteceu?

  • Qual é a causa?

Ilustração de uma análise Diagnóstica, comparando 2 eixos
Ilustração de uma análise Diagnóstica, comparando 2 eixos

Análise Preditiva

A análise preditiva se concentra em prever eventos futuros com base em padrões identificados nos dados históricos. Utilizando técnicas como modelos estatísticos, machine learning e análise de tendências, a análise preditiva pode antecipar resultados prováveis. Por exemplo, em finanças, ela pode prever tendências de mercado ou comportamento do consumidor.


Ela responde perguntas como:

  • O que pode acontecer no futuro?

  • Quais são as possíveis tendências?

Tipo de análise Preditiva: Regressão Linear
Tipo de análise Preditiva: Regressão Linear

Análise Prescritiva

A análise prescritiva vai além das previsões e recomenda ações específicas para otimizar os resultados futuros. Combinando análise preditiva e técnicas de otimização, a análise prescritiva sugere ações para maximizar os resultados desejados.


Ela responde perguntas como:

  • O que devemos fazer a respeito?

  • Qual é o melhor curso de ação?

Exemplo de uso da Análise Prescritiva
Exemplo de uso Prescritiva: Uma arvore de decisão de acordo com o curso da ação.

Qual escolher?

O uso desses tipos de análise, conforme vimos, é indicado para cada situação em específico. Porém, vale entender a maturidade de cada negócio para sua aplicação. O uso da análise descritiva é o mais comum dentro das áreas de negócios, devido à necessidade de entender o que está acontecendo naquele momento ou no passado para tomadas de decisões.


Mas não deixe de lado as outras análises. Acredito que quanto mais madura for a área de negócio, mais tipos de análises serão utilizados, melhorando as decisões de negócios.


Odemir Depieri Jr: Fundador Data Viking

Escrito por Odemir Depieri Jr

Fundador Data Viking, Lead Analytics Itaú.


639 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page